Principais tendências no Marketing Digital para 2024

15 Janeiro 2024

marketing
marketing

Tecnologias emergentes, mudanças nas preferências do consumidor e as novas jogadas do marketing. Vamos explorar as ferramentas e abordagens que estarão presentes este ano. Atenção: não basta ter conhecimento, estas tendências devem ser vistas como necessidades que geram oportunidades. Se não estão presentes na sua estratégia de marketing, vale a pena voltar atrás e considerar as seguintes tendências, pois estas serão os fatores chave para definir como o seu negócio se relaciona com a audiência:


marketing

1. Pesquisa por voz e SEO

Siri e Alexa, estes nomes são-lhe familiares? As duas assistentes de voz conhecidas por todos, vieram impulsionar a pesquisa por voz e posteriormente o impacto na otimização de mecanismos de pesquisa (SEO).

Isto significa que todos os negócios que têm uma estratégia digital necessitam de rever as suas palavras-chave, para garantir que o conteúdo é compatível com a pesquisa por voz. Ao incorporar uma linguagem mais real, as empresas podem aumentar as suas oportunidades de aparecer nos resultados da pesquisa por voz e chamar a atenção de novos utilizadores. Posto isto, os utilizadores vão digitar cada vez menos na barra de pesquisa e usar cada vez mais os assistentes de voz.

2. Regulamento RGPD

Na sequência da última tendência, é de extrema relevância falarmos de um dos maiores desafios que continuamos a enfrentar no próximo ano: RGPD (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados). Este regulamento, que pretende garantir a privacidade dos utilizadores perante estes mecanismos de recolha de dados, seja por voz ou escritos, exige que as empresas obtenham o consentimento explícito dos indivíduos antes de recolherem e utilizarem os seus dados.

Também concede aos indivíduos o direito de aceder e controlar as suas informações pessoais. As empresas enfrentam assim, um grande investimento em medidas e sistemas de proteção de dados e estabeleçam mecanismos de consentimento claros.


3.
Personalização no Marketing

A exigência e o acesso à informação dos consumidores é cada vez mais real. Na sequência desta alteração no comportamento do consumidor, as empresas tendem a adaptar cada vez mais as suas mensagens de marketing para satisfazer preferências e necessidades individuais.

Esta personalização, necessita de ferramentas que disponibilizam os dados dos clientes para compreender as suas preferências, históricos de compras, comportamento de navegação e assim, entregar mensagens, campanhas de e-mail, recomendações de produtos ou anúncios personalizados.

A aposta na personalização prevê melhorar exponencialmente as experiências e relações com o cliente, criando assim uma sensação e um atendimento de exclusividade.

4. Conexão com o offline

Imagine que o atendimento em loja é totalmente personalizado porque antes disponibilizou algumas informações sobre as suas necessidades. As marcas e empresas podem usar o online para potenciar a experiência física, através de recomendações ou ofertas personalizadas. Este nível de personalização aumentará a satisfação do cliente, a fidelização e a probabilidade de compras repetidas, assim como recomendações positivas.

Em 2024, o marketing personalizado deve estender-se às experiências offline e aos eventos híbridos.

5. Inteligência Artificial (IA) & Personalização

Como analisar grandes quantidades de dados para identificar padrões? A inteligência artificial surge como uma poderosa ferramenta que pretende poupar tempo e recursos, com o intuito de prever o comportamento do consumidor e automatizar processos do Marketing. Mais uma vez e na sequência da última tendência apresentada, estas automatizações ou algoritmos da IA vão permitir um maior envolvimento do cliente e consequentemente aumento do ROI.

Neste momento, são várias as ferramentas de IA disponíveis nos mais diversos setores. Importante reforçar os imprescindíveis chatbots que são um suporte instantâneo ao cliente e que também auxiliam nesta personalização.

6. Conteúdo de Vídeo

O conteúdo do vídeo provou ser extremamente eficaz. Em 2024, esta estratégia permanece e as suas próximas campanhas devem ser todas idealizadas em vídeo. Este formato é curto e fácil de usar. Perfeito para atingir os consumidores que apresentam cada vez menos tempo de atenção e retenção, pois procuram ter acesso à informação num estalar de dedos. As plataformas de videocasts, eventos híbridos, live commerce, transmissões de videoconferências, exploração do metaverso, são ferramentas a considerar.

7. Mobile first

A manter em 2024: design de websites responsivos, campanhas de e-mail otimizadas para dispositivos móveis e investimento no desenvolvimento de aplicativos móveis. Uma estratégia mobile-first tem como objetivo principal melhorar a experiência dos utilizadores, de uma forma alinhada com a evolução dos comportamentos dos consumidores.


8. Social commerce

Nos últimos anos, com a evolução das compras online, a previsão é que as redes sociais apresentarão cada vez mais funções de comércio online, com o objetivo de aumentar as vendas online e aquisição de novas leads. Permitindo que os usuários façam compras diretamente nas suas redes sociais favoritas.

Se optar por aderir a esta tendência no seu negócio, certifique-se que tem uma equipa qualificada, plataforma otimizada, tutoriais ou outros recursos que capacitam os consumidores e incentivam-nos à compra.


9. Marketing de influência e Publicidade Nativa

O marketing de influência, continua a dar frutos. Tudo começa por escolher os influenciadores certos para a sua marca ou empresa. Esta cartada, pode ser uma jogada de sucesso para promover produtos ou serviços junto dos públicos qualificados.

A integração de conteúdo publicitário ou anúncios com características (linguagem e identidade visual) similares aos conteúdos das páginas onde estão alojados, torna a experiência online do usuário menos intrusiva e mais natural. Publicações em redes sociais, blogs, vídeos ou artigos patrocinados apresentam-se como excelentes fontes de informação e entretenimento.

A aposta na publicidade nativa, marketing de influência ou outros métodos alternativos de publicidade com menor probabilidade de serem bloqueados, podem ser a solução para os desafiantes “bloqueadores de anúncios”. Os utilizadores continuam a instalar bloqueadores de anúncios e as marcas devem encontrar formas inovadoras de interagir com o seu público.

10. Publicidade programática

Tem na sua equipa um especialista em publicidade programática? A publicidade programática apresenta-se, no próximo ano, como uma estratégia de marketing fundamental. As marcas devem otimizar os seus posicionamentos de anúncios e investir cada vez mais neste tipo de publicidade. A publicidade programática promete aumentar significativamente a eficácia das campanhas em grande escala.

Esta depende de algoritmos e leilões em tempo real para automatizar a compra e venda de anúncios. Graças a este algoritmo, as empresas conseguem recolher dados demográficos, interesses e comportamentos específicos, garantindo assim que os seus anúncios sejam vistos pelas pessoas certas, no momento certo.

Neste mercado competitivo e dinâmico, mantenha uma atitude proativa, incentive e proporcione à sua equipa momentos de pesquisa e brainstorming. Porque numa questão de segundos pode estar a perder uma grande oportunidade. Se trabalhar na antecipação irá conseguir otimizar as suas estratégias de marketing, gerar mais e mais leads, e criar notoriedade junto dos seus clientes, parceiros ou concorrentes. Crie as suas estratégias com o Futuro sempre no horizonte.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO NOSSO DOJO

ENVIA MENSAGEM AO CLÃ!

Se partilhamos o mesmo caminho, porquê caminhar sozinho?
Se partilhamos os mesmos princípios, porque não lutar lado a lado?

(Envia-nos uma mensagem. Prometemos uma resposta ágil).

SEGUE
O CLÃ

Queres novidades sobre as nossas missões? Uma visão do nosso dia-a-dia? Uma troca de memes?
Segue-nos em todas as plataformas.